Zamm Imoveis Campinas – Andar alto pode valer bem mais que andar baixo em um edifício

No mercado imobiliário, apartamentos situados em um andar alto tendem a ter preço superior aos mesmos imóveis, no mesmo edifício, localizados nos andares inferiores. Por que isso acontece?
Em geral, a vista das janelas acaba sendo o fator que mais pesa. Uma linda vista valoriza um imóvel. Ela pode elevar a procura por ele, subindo o seu valor. E de fato, em geral, nos andares mais altos a vista costuma ser mais aberta e atraente.
Há casos, contudo, em que mesmo os imóveis situados nos andares inferiores podem ter uma vista tão boa quanto a dos apartamentos do alto. Nesses casos, a diferença dos preços pode ser pequena. Mas mesmo assim, o valor dos imóveis no alto é um pouco maior.
O fato é que não apenas a vista influi nesta valorização, mas também outros fatores: andares mais altos, por exemplo, tendem a ter maior silêncio, por estarem mais afastados das ruas e avenidas.
Há outros fatores que pesam a favor dos imóveis em andares altos: a incidência solar é um deles. Muitos imóveis nos andares inferiores recebem a sombra de outros edifícios vizinhos, perdendo luminosidade. Além disso, pelos mesmos motivos das barreiras no entorno, um apartamento no alto pode ser mais ventilado, recebendo mais correntes de vento.
A maior privacidade é outro ponto positivo. Nos andares altos pode não haver outros prédios vizinhos excessivamente próximos de sua janela. Ou mesmo da rua. Além disso, moradores de imóveis no alto dizem que a incidência de insetos é menor que nos andares baixos. Não é regra, mas pode acontecer.
Por fim, outra vantagem dos andares altos é a menor incidência de ruídos nos encanamentos. O fluxo de água tende a ser mais ruidoso nos andares de baixo, pois a queda d´água é mais elevada.
Por outro lado, vale lembrar que os apartamentos nos andares mais altos também têm pontos negativos: mais poeira trazida pelo vento, dificuldade no transporte de objetos de grandes dimensões desde o térreo, ventos mais fortes, o elevador demora mais para chegar, a falta de energia elétrica gera um transtorno para se chegar ao apartamento e um maior risco de infiltrações em coberturas ou últimos andares.
Tenha em mente todas estas dicas na hora de escolher o seu apartamento.